Linha de financiamento do FGTS para compras de materiais de construção entra em vigor
.

O Ministério das Cidades publicou no Diário Oficial da União (DOU), a regulamentação para a linha de crédito Financiamento de Material de Construção (Fimac-FGTS), para reforma ou ampliação de imóveis com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

O Fimac-FGTS é destinado ao financiamento de reforma, ampliação ou construção de imóveis residenciais, além de instalação de hidrômetros de medição individual, implantação de sistema de aquecimento solar e de itens que visem à acessibilidade, desenvolvimento sustentável e preservação do meio ambiente. Estão reservados aproximadamente R$ 300 milhões para a linha somente neste ano.

Atualmente, há uma linha direcionada para famílias com renda mensal bruta de até R$ 5,4 mil, que contam com juro máximo de 8,16% ao ano para materiais de construção. Agora, não há mais limite de renda e o custo anual máximo incluindo juro, comissões e encargos, será de 12%, com 120 meses para pagar.

Segundo o Conselho do FGTS, hoje a linha mais barata destinada à classe média no mercado tem juros de 23,14% ao ano, com prazo para pagamento de até 60 meses. O limite máximo de financiamento da nova linha será de R$ 20 mil por tomador. Serão disponibilizados R$ 300 milhões para a linha, sendo que o valor poderá chegar a R$ 1 bilhão, dependendo da demanda.

Mais informações podem ser obtidas nas agências e no site da Caixa Econômica Federal.

 
 
• Nova norma de elevadores de canteiro de obra é publicada pela ABNT

• IAB-DF lança concurso para o projeto do novo Complexo Administrativo do Estado do Maranhão

• Designers brasileiros invadem a semana de design em Milão

• Microapartamentos: o 'futuro' chegou a São Paulo?

• Indústria da construção completa dez meses consecutivos de desaquecimento.

• Mais 20 mil desempregados no setor da construção.

• Vendas do varejo crescem 5,9% em janeiro, diz IBGE

• Revestimento acústico não tóxico evitaria acidentes como o de Santa Maria.

• Linha de financiamento do FGTS para compras de materiais de construção entra em vigor

• Custo da construção civil subiu 0,59% em janeiro

 
 
 
rodape Home A empresa Serviços Notícias Parceiros Lojas Dicas RH Contato WebMail